Divulgamos contato dos Deputados para pressionarmos, JUNTOS!

A CSPM tem se posicionado fortemente contra a Reforma Administrativa imposta pelo Governo Federal. A proposta quer dividir a categoria com mentiras. Pois, apesar de alegar atingir apenas os novos Servidores, na verdade, no final, quem vai pagar a conta serão todos os trabalhadores. Temos de virar esse jogo! Para evitar o sucateamento do funcionalismo público é preciso urgentemente do apoio dos Deputados, uma vez a proposta está em estágio de apreciação por parte deles neste momento.

Alguns dos itens das mudanças:

1) Proposta cria diferentes tipos de vínculo;
2) Estabilidade ficará restrita a um deles: cargo típico de Estado;
3) As carreiras com direito ainda serão definidas. Precisa de concurso e não podem ter redução de remuneração nem de jornada;
4) É criada a possibilidade de cargo por tempo indeterminado, sem estabilidade e dependente de concurso;
5) Ideia é deixar funções estratégicas com estabilidade e atividades operacionais sem esse direito;
6) Governo quer avaliar o Servidor antes de assumir o cargo público efetivo;
7) Aprovado em concurso passará por dois anos de experiência, sem garantia de contratação. Terá ainda um ano de estágio probatório antes de ser efetivamente nomeado;
8) Proposta impede demissões por questões partidárias;
9) Sem concurso, há a previsão de duas possibilidades: cargo com prazo determinado e cargo de liderança e assessoramento (nos moldes do atual DAS, conhecidos como cargos de confiança).

Além disso, o Governo planeja regulamentar a demissão por insuficiência, esta sim com atingimento para todos os Servidores.

Para você cobrar o posicionamento do seu Deputado, sim, aquele no qual votou na última eleição, separamos logo abaixo a lista completa com os 513 Parlamentares. A lista tem nome completo, o partido, telefone e e-mail. Cobre dele a verdade: o que pretende fazer em relação à proposta. Juntos poderemos evitar mais este desmando contra o trabalhador do serviço público no Brasil!

ACESSE A LISTA COMPLETA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×